Nefrocalcinose

Definição:
Distúrbio do rim que envolve depósitos de cálcio e oxalato ou fosfato nos túbulos renais e interstícios (áreas entre os túbulos); isto pode provocar a redução das funções renais.
Causas, incidência e fatores de risco:

A nefrocalcinose é causada por diversas condições. Entre elas:
    * excesso de excreção de cálcio pelo rim
    * acidose tubular renal
    * espongose medular renal
    * hipercalcemia (níveis altos de cálcio no sangue)
    * necrose renal cortical
    * tuberculose

Fragmentos de oxalato de cálcio ou de fosfato de cálcio podem se desprender do rim e fornecer núcleos para a formação de cálculos (nefrolitíase).

O distúrbio pode eventualmente resultar em uropatia obstrutiva aguda, ou em uma uropatia obstrutiva crônica que eventualmente pode progredir para insuficiência renal. O distúrbio é descoberto quando aparecem os sintomas da insuficiência renal, uropatia obstrutiva ou cálculos do trato urinário.

A nefrocalcinose é relativamente comum em bebês prematuros, em parte pela perda intrínseca de cálcio e em parte pelo aumento da excreção de cálcio quando da administração de diuréticos.

Sintomas:
Inicialmente não há sintomas. Os sintomas associados com os distúrbios podem incluir:

    * aumento do volume de urina ou baixa produção de urina
    * dificuldade para urinar (dificuldade para iniciar a micção)
    * gotejamento da incontinência urinária
    * diminuição da força do jato urinário, jato curto ou fraco
    * aumento da freqüência ou urgência urinária
    * necessidade de urinar durante a noite (noctúria)
    * micção dolorosa (ardor ou pontadas durante a micção)
    * sensação de esvaziamento incompleto da bexiga
    * sangue na urina
    * dor no flanco ou dor nas costas
          – em um ou em ambos os lados
          – pode ser progressiva
          – severa
          – espasmódica (cólicas)
          – pode irradiar-se ou mover-se para a parte inferior do flanco, pélvis, virilha e genitais
    * náuseas, vômitos
    * inchaço geral , retenção de líquidos
    * diminuição da sensibilidade, especialmente nas mãos e pés
    * alterações do estado mental
          – sonolência, letargia, difícil despertar
          – delírio ou confusão
          – coma
    * convulsões
    * sangue no vômito ou nas fezes
    * tendência a hematomas ou sangramentos

Sinais e exames:
Um exame não é específico para a nefrocalcinose, mas pode indicar distúrbios que ocorrem em decorrência da nefrocalcinose. Podem haver sinais de sobrecarga de líquidos, tais como sons cardíacos e pulmonares anormais se a função renal estiver deficiente.

    * filme abdominal mostra calcificação renal
    * tomografia computadorizada abdominal mostra nefrocalcinose
    * outros exames devem ser feitos para diagnosticar e determinar a extensão dos distúrbios associados.

Tratamento:
O objetivo do tratamento é reduzir os sintomas. A causa do distúrbio precisa ser tratada. Se a causa for acidose tubular renal tipo 1, não se deve administrar vitamina D ou cálcio na dieta para corrigir os distúrbios ósseos, uma vez que isto irá piorar a nefrocalcinose. Os medicamentos que aumentam a excreção de cálcio devem ser descontinuados. (CONSULTE SEU MÉDICO PRIMEIRO!)

As condições resultantes do distúrbio devem ser tratadas da maneira usual.

Expectativas (prognósticos):
O resultado do tratamento varia, dependendo da extensão das complicações e da causa do distúrbio.

Complicações:
    * insuficiência renal aguda
    * insuficiência renal crônica
    * cálculos renais
    * uropatia obstrutiva (aguda ou crônica, unilateral ou bilateral)

Solicitação de assistência médica:

Marque uma consulta com seu médico se aparecerem sintomas que sugerem distúrbios associados com a nefrocalcinose.
Os sintomas de emergência são: repentina diminuição da produção de urina, convulsões, vomitar sangue, sangue nas fezes e consciência reduzida.

Prevenção:
O tratamento dos distúrbios causadores, incluindo acidose tubular renal, pode ajudar a prevenir a nefrocalcinose. 

Fonte da informação: http://adam.sertaoggi.com.br/encyclopedia/

22 Comentarios

  • Edi Polesso! disse:

    Oi, sou paciente renal por ter nefrocalcinose tubular, por acidose tubular…eu descobri a doença á pouco tempo…ainda estou confusa, o nefro me receitou citrato de potássio, mas confesso que descontinuei o tratamento…depois de ler estas informações, vou retomar ao tratamento! Fique bem…

  • Ana Paula disse:

    Olá Edi, a artir do momento em que descobrimos qualquer alteração em nossa saúde é MUITO importante ter um acompanhamento médico, não deixe de lado seu tratamento, pode ter certeza que é melhor prevenir do que remediar depois, perder os rins não é facil, se você esta tendo essa oportunidade de evitar que seus rins fiquem sem funcionar, eu te imploro, vá se tratar e siga todas as orientações medicas, vive em dialise e a espera de um transplante não é facil, se você esta tendo essa oportunidade de se tratar, agarre com todas suas forças. Um abrça, se CUIDA e qualquer coisa entre em contato :)

  • Edi disse:

    Obrigada querida! Vamos continuar mantendo contato…add e-mail e msn: edipolesso@hotmail.com
    Fica com Deus!

  • adriana disse:

    oi meu nome e adriana dia 08 do 12 20011 decobri que tenho nefrocalcinose e sombras de cistiticas medular naum sei direito o que e isso estou com muito medo tenho filhos pequenos e sonho em velos crecer isto e tao grave assim ja ando meio depre a es pera do medico para esclarecer obrigado adriana

  • GEORGEANA disse:

    ANA PAULA TENHA MUITA FORÇA POIS DEUS TEM UM PLANO MUITO ESPECIAL PRA VOCE.SEMPRE QUE ESTEVER SOZINHA OCNVERSE COM ELE. ELE ESTARA SEMPRE DO SEU LADO. TENHO UM FILHO COM NEFROCALSINOSE .DESCOBRI A POUCO TEMPO.MAS DEUS ESTA CONOSSCO E DARA TUDO CERTO.QUE DEUS TE ABENÇOE.QUE VOCE NUNCA PERCA A FE . BJS.

  • Simone disse:

    Olá,

    Há alguns descobri que tinha nefrocalcinose. Comecei o tratamento e tive sucesso durante um bom período, cerca de três anos. Porém, essa semana fui fazer o meu controle, que faço de 6 em 6 meses e infelizmente me deparei com novas pedras, um cisto no rim esquerdo e ainda ganhei um pólipo na vesicula.
    Tomo diariamente moduretic e potássio.
    Existe algo que possa fazer? O pólipo da vesicula e o cistos estão relacionados com a nefrocalcinose.
    Se alguém tiver como colaborar, por favor me escreve para o email: sivarella@hotmail.com
    Tenho 37 anos e muita vontade de viver com saúde. Sou muito nova e nao gostaria de ter que viver com limitações tão cedo.

    Abraços

    • Ana Paula disse:

      Olá Simone, a unica coisa que posso te aconselhar é para não descuidar dos seus rins, faça regularmente um check-up renal, veja se sua ureia e creatinina estão bem, e monitore sua pressao, qualquer mudança pode significar um dano aos seus rins. Entao fica de olho ;)

  • Maria Dalva Moreira dos Santos Vieira disse:

    Em 2004 descobri que tenho nefrocalcinose bilateral, faço tratamento com citrato de potássio o especialista me disse que este é o único tratamento, acompanhado de muito líquido e evitar ingerir alimentos, como vísceras, carnes vermelhas, frutos do mar,alguns tipos de grãos, refrigerantes e etc. Procuro evitar, muitas vezes caio em tentação, mais estou me sentindo bem, tenho fé em Deus que vou viver muitos anos sem precisar fazer diálise.

  • A. Gianello disse:

    Olá! Também descobri que eu era portadora de nefrocalcinose, em 2010. De lá pra cá tenho tomado citrato de potássio, que, segundo o nefro, não é bem um tratamento, já que para essa doença não existe cura (ainda), mas é o único jeito de evitar complicações no futuro, assegurou-me ele.
    Vai aqui uma dica: é bom evitar carnes, embutidos, refrigerantes, sucos em pó (um veneno!), salgadinhos e gorduras em excesso. Quem sofre dos rins, conseguintemente acaba sofrendo também do fígado. Vale manter uma dieta saudável, pois viver com enjoos não é nada legal, especialmente quando os rins já exigem alguns cuidados. Valeu! Abraços, Cida.

    • A. Gianello disse:

      Ah, já ia me esquecendo… A osteoporose está relacionada a nefrocalcinose, uma vez que ocorre uma significativa perda de cálcio pela urina. No meu caso fiz uma densitometria (acho que este é o nome), onde se constatou uma perda (precoce) de massa óssea. Bem precoce para os meus 39, eu diria.

  • olá para todos que como eu estão vivendo esse mesmo drama de ter nefrocalcinose renal descobri a doença ha pouco tempo e estou muito confusa e com medo pois tenho filhos pequenos também e gostaria de viver muitos anos com eles sem ter que passar por dialise que e muito triste entrego tudo nas mãos de deus e sei que ele fará o melhor por mim e por todos vcs que passam pelo mesmo problema ..abraços a todos fiquem com deus

  • Adriana Fontelles disse:

    Olá!
    Em 2001 também descobri problema renal em ambos os rins, mas até agora não sei ao certo se só tenho rim espojo medular associado de pielonefrite cronica ou se já evoluiu pra nefrocalcinose. Já fiz tratamento até em Cuba, e foi o único lugar que deu certo, pois por mais de 1 ano eu fiquei sem dores e sem internar. O médico que diagnosticou o rim esponjo medular também receitou o citrato de potássio e evitar carne vermelha, embutidos, enlatados e afins. Gostaria se sabe se vocês convivem com as dores frequentes na região lombar e se internam com crise de pielonefrite. Fico muito aflita, mas confesso que tenho medo do médico. Adoraria conversar com vcs!
    Meu email é amfla@hotmail.com

    Agradeço qquer ajuda. Muito obrigada!

    • Ana Paula disse:

      Olá Adriana, eu tive muita dor lombar e nas pernas antes de receber o diagnostico, fiquei 2 anos correndo de medico em medico, pois já nem estava conseguindo andar direito, quando descobri que tinha perdido a função renal, já entrei na hemodialise, e descobri depois de varios meses já em tratamento que minha dor era por causa do PTH (Paratormonio), que costuma aumentar quando você perde a função renal, causando dores osseas. Eu sei que dá medo, mas o melhor que vcoê pode fazer é sempre ser acompanhada por um medico, verificar sempre sua função renal, fazendo exames de sangue (Ureia, Creatinina e no seu caso PTH tambem seria bom). Procure um bom nefrologias, ele vai guia-la melhor, mas pode contar comigo em qualquer coisa. Abraços

  • cristiana disse:

    descobri que tenho nefropatia difusa no rim direito,ou seja muito pequeno e com muita pouca funçaõ, e no rim esquero nefrocalcinose,o especialista disse prá continuar com os remedios prá pressão..e estou preocupada::/

  • vanessa disse:

    olá descobri que tenho nefrocalcinose medular bilateral e estou muito assustada.. por favor me ajudem… queria saber causa, si tem cura, e qual a chance de ter uma vida normal?

  • Danubia disse:

    Olá!
    Fui diagnósticada ontem com nefrocalcinose. =(
    Estou bem preocupada por não ter cura e ser progressiva…
    Passei dois anos acreditando que eram cálculos renais, mas agora ao ir atrás de médicos para tratá-los, me disseram que é na realidade a nefrocalcinose.
    Alguém sabe indicar um bom nefrologista no RJ?
    Sou de Recife-PE e não conheço médicos aqui nem tenho indicações…
    Agradeço a atenção. Abraço, Danúbia.

  • Jéssica disse:

    Olá Ana, pesquisando este assunto achei seus relatos mas vi que não posta desde jan/13.
    Está tudo bem? Como você está?

    • Ana Paula disse:

      Jéssica, tudo bem? Eu tinha dado um tempo nas postagens, eu estava vivendo muito a doença e deixando de lado a propria vida, mas agora voltei, acho que consegui separar um momento para cada coisa, rsrs.

  • Igor disse:

    Olá, meu nome é Igor. Minha mãe fez um exame recente e este apontou Nefrocalculose bilateral. Qual a relação entre Nefrocalculose e a Nefrocalcinose. Aguardo resposta.

  • lucilene disse:

    oi faz um tempo que descobri q tenho nefrocalcinose des de 2005 e nunca tratrei nem um medico me mandou tomar nada só muita agua e esse ano resolvi procurar a fazer meus exames certinho e vou me cuidar comendo o que pode mas não tenho ideia de como me alimentar se nada pode!!! e tbm tenho preção alta e tomo remédio a 24 anos não sei se isso pode piorar tudo nos meus rins,mas eu nunca tive crises de dor, e gostaria e saber se algum de vcs que tem nefrocalcinose tem a pele sempre rececada e descamando?

Deixe uma resposta